Menino em perigo de vida salvo por médica e piloto de avião

Menino em perigo de vida salvo por médica e piloto de avião

Tripulação e três médicos presentes num voo da Aerolíneas Argentinas elogiados pelo governo daquele país, pela rápida intervenção no salvamento de um menino de oito anos que entrou em paragem respiratória.U

m menino de 8 anos de idade descolou do aeroporto internacional de Buenos Aires-Ezeiza, na Argentina, na madrugada de 31 de maio, com destino a Miami. Seguia com os pais e com a irmã mais nova, numa viagem com destino à Disneylândia.

Durante o voo, provavelmente devido às alterações de pressão de ar, começou a sentir-se mal: faltava-lhe o ar e estava a ficar inchado. O pânico instalou-se com gritos da família e azáfama entre os assistentes de bordo, conforme descreve o Clarín.Entre os passageiros estava uma médica especialista em problemas respiratórios, María Lorena Lecea, e outros dois médicos. Fizeram reanimação da criança e deram-se conta da gravidade da situação. Era preciso aterrar o mais rápido possível para levar a criança para o hospital

“Garanto que aqueles momentos foram tensos. A médica estava muito preocupada”, indicou um dos passageiros à mesma publicação argentina, sublinhando que os médicos decidiram entre eles que era preciso aterrar o mais rápido possível e contaram a completa e rápida colaboração da tripulação.

A escala prevista era em Bogotá, na Colômbia, mas os médicos consideraram que o menino não sobreviveria até lá. O comandante, Martín Lorenzo Hughes, optou por aterrar em Viru Viru, em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, um aeroporto mais perto.

Antes de aterrar, o comandante já tinha informado que se tratava de um voo de emergência e pediu para que a criança tivesse já preparados no aeroporto os cuidados de que necessitava. O menino foi internado em estado grave com “uma insuficiente respiratória causada por uma crise obstrutiva severa do tórax e do pescoço, num quadro de angioedema que podia ter resultado num quadro de pneumotórax”. Continua nos cuidados intensivos, mas já não corre perigo de vida.

Toda a equipa mereceu os mais rasgados elogios. O ministro dos Transportes argentino, Guillermo Dietrich, fez uma publicação no Twitter onde parabenizou a tripulação, sendo que o ministério destacou a atuação de todos os intervenientes.

https://www.noticiasaominuto.com/mundo/806236/menino-em-perigo-de-vida-salvo-por-medica-e-piloto-de-aviao-onde-seguia